MUNICÍPIO DE LIMA CAMPOS

LEI nº 2.180, 30 de dezembro de 1961. Cria o Município de LIMA CAMPOS e dá outras providências.

 

Faço saber a todos os seus habitantes que a Assembléia Legislativa decretou e eu sanciono a seguinte Lei:

Art.1º – É criado o Município de “LIMA CAMPOS”, desmembrado unicamente do Município de Pedreiras, de acordo com os limites fixados na presente Lei.

Art.2º – O Município de “LIMA CAMPOS” fica subordinado à Comarca de Pedreiras.

Art.3º – É elevado à categoria de cidade e convertido em sede de município, o atual povoado “LIMA CAMPOS”.

Art.4º – O município fica constituído de um só distrito, o da sede.

Art.5º – São os seguintes os limites do município de “LIMA CAMPOS”:
Inicia no Igarapé do Isônio, no povoado em que este serve de limite entre os municípios de Pedreiras e Ipixuna, continuando pelo alinhamento que serve de divisa entre esses dois municípios até encontrar o povoado Santa Maria dos Magalhães; desse ponto segue em direção no povoado Santa Cruz, envolvendo-o no limite com o município de Coroatá; prosseguindo pelo limite entre Pedreiras e Codó, acompanhando a Estrada de Rodagem BR-31, até alcançar o povoado Santa Rosa, desse ponto segue por um caminho de tropa até alcançar o povoado Santa Maria dos Moraes, abrangendo e alcançando aí o Igarapé Isônio, seguido pelo leito desse Igarapé à jusante, até o limite entre Pedreiras e Ipixuna, ponto de partida.

Art.6º – Ficam respeitados os limites intermunicipais de acordo com as leis em vigor.

Art.7º – Essa lei entra em vigor na data de sua publicação; revogadas as disposições em contrário.

Mando, portanto, a todas as autoridades a quem o conhecimento e execução da presente lei pertencerem que a cumpram e façam cumprir tão inteiramente como nele se contém. O Secretário de Interior, Justiça e Segurança a faça imprimir, publicar e correr.

Rio de Janeiro, em 30 de Dezembro de 1961, 140º da Independência e 73º da República.

NEWTON DE BARROS BELLO
José Raimundo Burnett da Silva